top of page

Projeto Pecan 4.0 avança na área de gestão financeira de pomares de noz Pecan

Através de uma equipe contábil habilitada e gestão operacional, projeto pode auxiliar os produtores na implantação e desenvolvimento dos pomares.


Atualmente, o sistema tradicional de produção de noz pecan tem como resultado um produto que não atende as exigências atuais do mercado interno e externo, consequentemente a rentabilidade do produtor torna-se inferior ao planejado. Por isso, é necessário acompanhar e aplicar as evoluções nos processos de produção.


Conhecido como Pecan 4.0, o projeto desenvolvido pela PecanSolution, de Cachoeira do Sul (RS), tem sido implantado com objetivo de trazer aos produtores maiores níveis de produtividade num menor tempo e com menor custo.


A transformação nesses pomares vem ocorrendo com uma estratégia de produção que reúne técnicas que permitem uniformidade no desenvolvimento, entrada de produção e melhores produtividades.


O projeto 4.0 tem avançado rapidamente na área técnica e operacional, através do trabalho realizados por técnicos da PecanSolution, que atua há mais de 10 anos no setor. O diretor da PecanSolution e engenheiro agrícola, Jorge Porto, revela que a ideia do projeto Pecan 4.0 surgiu após visitas a pomares no México e EUA, onde técnicas semelhantes foram implementados e apresentaram resultados satisfatórios.


O especialista destaca que nesses locais, os produtores comentam que não é possível esperar de 12 a 15 anos para ter renda comercial de um investimento em noz pecan, o ideal é que com 6 ou 7 anos já ocorra esta receita e para isto é necessário ter um plano técnico-operacional-financeiro.


Pecan 4.0 Financeiro


Atendendo a necessidade de auxiliar produtores, assim como ingressantes na cultura e indústrias de noz pecan, a PecanSolution criou o Projeto Pecan 4.0 Financeiro, através de uma equipe contábil habilitada e com as informações de técnicas e de gestão operacional.


Com essa estrutura, o projeto pode auxiliar os produtores nos seguintes segmentos:

- Pomares em implantação e desenvolvimento – investimento necessário para tornar os pomares produtivos e rentáveis conciliando a gestão operacional e técnica de cada investimento; Forma de comercialização; Tributação; Fruto em casca/sem casca; e Custo de industrialização.


Os especialistas apontam alguns fatores que impulsionam a implantação do Projeto Pecan 4.0:


- Crise: Em um país emergente como o Brasil, com crises frequentes, quando se faz investimentos de longo prazo é preciso prever capacidade de investimento pelo prazo do qual está se propondo a investir, e todas essas crises afetam diretamente a capacidade de investimento.

- Mercado moderno: o mercado dos frutos secos é dinâmico, muda rapidamente e por ter valor agregado, cada vez o nível de qualidade é aumentado. Quem se adequar aos novos modelos produtivos vai se beneficiar tanto na precificação quanto na garantia de venda do produto.

- Geração dinâmica de produtores: em uma época onde tudo acontece muito rápido, em 12 anos sofremos muitas mudanças tecnologias. “Se olharmos há 10 anos tudo era muito diferente, muitos avanços aconteceram em todos os setores, e é preciso acompanhar o que vem sendo feito, para que tenhamos um negócio sólido. Um produtor quer ter resultado rápido, há muitas opções no mercado, o projeto ter que ter êxito, senão ele é substituído por outro melhor”, explica o contabilista Marcelo Dutra do Loreto Assesoria parceiro da Pecansolution.

- Reserva de recursos/custo financeiro: destinar recursos para um projeto por 12 anos, na atualidade é muito complexo. Durante esse período surgem muitos acontecimentos na vida de um produtor/investidor.


De acordo com Jorge Porto, através do Pecan 4.0 Financeiro, foi identificado um investimento anual de R$ 35 milhões na cadeia produtiva da noz pecan, sendo que apenas 30% deste valor está sendo aplicados corretamente.


“Pomares em desenvolvimento é preciso projetar quanto falta, respeitando as características de cada projeto, assim como a velocidade a qual o produtor pretende ter o retorno do seu investimento. Para os iniciantes na cultura ele terá condições de se posicionar conforme sua capacidade de investir pois terá desde o início um planejamento financeiro real do seu investimento”, acrescenta.


Dentre os benefícios do projeto, se destacam a diminuição do risco de investimento; maior conversão do capital investido; eliminar ladrões invisíveis; criar/buscar reserva financeira e tomar decisões baseado em previsto/realizado.


“Estamos contando com apoio de importantes consultores para que o Pecan4.0 Financeiro possa contribuir para o desenvolvimento da Pecanicultura. Finaliza Jorge Porto.

157 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page